sexta-feira, 7 de maio de 2010

♫Eu tive um sonho♪






Tive um sonho maluco hoje. E por milagre, me lembrei dele ao acordar.

Eu era um policial no primeiro dia. Tinha fardinha e tudo. No sonho eu me sentia meio que um Impostor... como se eu só tivesse roubado o uniforme para me passar por policial, mas nada que afete realmente a trama. É só coisa de sonho mesmo.

Nisso, para um caminhão apreendido. Vejo a cena externa da delegacia onde trabalhava - reconheço a Delegacia de Turismo na Orla. O prédio é bonito... mas não era na Orla. Era um local pesadamenet urbano, sem praias nem praças.

O Motorista do caminhão sobe numa rampa da calçada e fica na porta, como se fosse acesso de ambulância. Delegacias não costumam ter isso... Mas a minha tinha. E lá estava o trambolhão estacionado.

Até o momento não sabia porque estavam apreendendo o caminhão. Talvez porque eu não fosse policial de verdade... Mas eu entro na cabine. Do lado de fora vejo se aproximar o "dono" do caminhão, berrando desaforos para mim. Não lembro o que exatamente ele berrava, mas sabia que era desaforos. Ele lembrava aquele jurado gordo e grizalho com nome de mulher do "IDOLOS"... Não adianta que não lembro o nome dele. Até a camisa amarela sem estampa, longa quase como um vestido, eu lembro.

- Olha, senhor... - ameaço. - Você está a SEGUNDOS de ser preso por Desacato!

- Que nada! Não se prendem ninguém por Desacato! - ele retruca. - Duvido! Quero ver voc~e me prender!

Eu apontei para dentro da delegacia. Ele FOI comigo sem questionar! É muito mole trabalho de policiais em meu sonho.

Entro até um balcão branco e sujo, com um enorme arquivo de madeira atrás, que era uma brecha entre a parede e uma passagem escura. Eu apresento o meu Prisioneiro, que inclusive pega minhas algemas e põe em si mesmo. Fala em tom de desafio "me prendam por desacato!" Uma das oficiais se levanta e encaminha-o para uma cela. Então ele percebe que eu estava certo e fica calado.

Me dão um caderno de brochuras pequeno para, segundo eu suponho, registrar a ocorrência. Ele era todo preenchido como um formulário, solicitando dados e informações sobre o ocorrido... Mas curiosamente, era manuscritos em caneta vermelha! E tinha sessenta laudas de informações. E era difícil... Na quarta eu estava entediado!

Passo pela cela de meu prisioneiro, e ele já está lá com dois jovens, a olhar fichas e livros. Suponho que sejam advogados de início de carreira tentando estudar sobre o crime de desacato para libertar o réu.

A partir daí o sonho fica bem chato e repetitivo, e então eu acordo.

...

Não, não embelezeu absolutamente nada. Transcrevi exatamente como me lembro. Até porque, como texto mesmo, está uma porcaria.

Ah, e não uso de drôugas.

POR ANO SÃO ENCONTRADOS 609.000 SITES QUE ROUBAM DADOS. VEJA COMO SE PROTEGER AQUI.

6 comentários:

  1. É normal esse pessoal de Multiply postar sonhos estranhos. Eu até já sonhei que tinha cabelo!

    ResponderExcluir
  2. "POR ANO SÃO ENCONTRADOS 609.000 SITES QUE ROUBAM DADOS. VEJA COMO SE PROTEGER AQUI."

    Isso faz parte do post? o.O

    ResponderExcluir